Causos na Holanda #1

Mudar para outro país parecia uma ideia daquelas bem aventura, viagem, uma mistura de ansiedade e adrenalina. O que eu esqueci de pensar junto foi o choque cultural. Eu só “acordei” para o que estava fazendo quando cheguei no aeroporto de Amsterdam e vi muitas pessoas, todas culturalmente diferentes. E eu até tenho cara de brasileira, mas meu marido não, e isso gera situações dos mais variados tipos.

Cheezburger GIFs - Find & Share on GIPHY

Ja deu tempo de conversar com vários holandeses, a maior parte são as pessoas que vêm entregar coisas ou o pessoal da imobiliária que contratamos, mas basta começar um daqueles “papo pra passar o tempo” e começamos a falar em inglês, já perguntam: “de onde vocês são?”. A resposta, Brasil, causa um choque tão engraçado nos holandeses que eu ja espero a pergunta pra poder rir internamente.

Geralmente a reação é algo do tipo: “mas o Brasil! Lugar tão bonito e quente! Por que vieram pra ca?”.  Holandeses AMAM reclamar do tempo (eu já vi um jornal grande e conceituado, considerado bem sério, com a headline “shitty weather”, algo traduzível como tempinho de bosta). Geralmente está 15 graus e ventando e possivelmente chovendo. Então isso é o habitual deles. Falar que você é do Brasil faz com que eles entrem em choque, pois você trocou seus 30+ graus Celsius por 15 graus e chuva. Eles odeiam tanto o tempo aqui que faz com que os próprios não entendam o motivo de você vir para o país deles.

E por isso eu ja tenho uma resposta padrão ao choque deles: “É, sabe como é, quente demais, crise econômica, falta de liberdade e muitos impostos”. E não, eles não conseguem entender esses conceitos, pois aqui é o oposto. Frio, sistema de parlamentarismo, liberdade e muitos impostos (cerca de 50% do seu salário é descontado como imposto).

Essas e mais outras histórias acontecem sempre no meu cotidiano aqui. É toda vez que tem uma entrega, alguém mais simpático quer conversar e isso acontece. Sempre. Viva o choque cultural.

Leave a Reply